Built to Suit

Built to suit é um termo em língua inglesa (em português: “construído para servir”).

IMAG (10)

O VIP Office, é especialista em built to suit”.

No built to suit, localizamos imóveis com a localização e características desejadas, construímos o espaço de acordo com a planta aprovada e gerenciamos a operação do escritório desde o pagamento das despesas até a equipe de TI.

Resumidamente, buscamos imóveis, construímos o escritório, montamos e gerenciamos o dia a dia da operação.

Nosso trabalho se divide em 4 estágios:

1.Briefing – entender a necessidade e objetivo do cliente, quanto a localização, dimensão e infraestrutura do espaço.

2.Search – após entendimento das necessidades, buscamos imóveis nas localizações especificas com as características solicitadas no briefing. Apresentamos diversas opções apresentando prós e contras de cada opção.

3.Build – construímos toda estrutura necessária: obras (forro, piso, luminárias, vidros, paredes e divisórias), elétrica (dimensionamento elétrico de acordo com o consumo), lógica (infraestrutura lógica completa e  equipamentos), mobiliário (móveis operacionais, diretoria, lounge, copa, reunião e auditório), equipamentos (máquina de café, bebedouro, geladeiras, microondas e outros)

4.Run – fornecimento da equipe da atividade meio, recepção, limpeza e técnicos de TI, para a gestão, manutenção e melhoria de operação.

 

Atendemos médias e grandes corporações que buscam soluções de espaço, gestão e manutenção de escritórios no melhor custo beneficio nas principais capitais do país.

 

 

BUILT TO SUIT

Vantagem tributária no built to suit.

CAPEX é a sigla da expressão inglesa “CAPitalEXpenditure” (em português, despesas de capital ou investimento em bens de capital) que indica a quantidade de dinheiro gasto na compra de bens de capital de uma determinada empresa. Por exemplo, comprar uma impressora.

OPEX é a sigla da expressão inglesa “OPerationalEXpenditure” (em português, despesas operacionais) que refere-se ao custo associado à manutenção dos equipamentos, gastos de consumíveis e outras despesas operacionais. Por exemplo, comprar um contrato de manutenção para a impressora ou fazer o outsourcing (terceirizar) da impressão de seu escritório.

Muitas vezes, e por motivos diversos, as empresas têm necessidade de trocar CAPEX por OPEX ou o contrário. Portanto, aqui vão algumas dicas para reduzir o CAPEX e trocá-lo por OPEX: o outsourcing (terceirização), aluguel de equipamentos e instalações. As vantagens mais evidentes dessa troca são o aumento na flexibilidade dos custos e a redução das necessidades de financiamento (que ficam mais diluídas ao longo do tempo).

(fonte:http://www.binarionet.com.br/blog/a-diferenca-entre-capex-e-opex/)

 

 Quer receber uma proposta? Preencha nosso questionário abaixo:

Para informações: Ligue +55 (11) 3995-4900 | (11) 9 9989-5655    E-mail: contato@vipoffice.com.br 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *